Onda de calor castiga a Austrália

Onda de calor castiga a Austrália

Não é só o verão brasileiro que castiga. Uma onda de calor está se espalhando por uma faixa de 1.000 km no leste da Austrália. Não por acaso, os moradores de Sydney estão sob alerta de poluição do ar.

A culpa do alto nível de ozônio, que se forma quando a poluição de automóveis é exposta a temperaturas elevadas.

Agora, exercícios físicos ao ar livre estão desaconselhados. Com menos fumaça e mais árvores, seria uma restrição desnecessária.

Via: The Guardian

Foto: AFP

Saiba mais (em inglês): https://www.theguardian.com/weather/2017/jan/11/temperatures-to-soar-above-40c-as-heatwave-sweeps-eastern-australia

Drone contra inundações na Tanzânia

Drone contra inundações na Tanzânia

A promessa de melhores dias chegou com o sobrevoo de um drone a moradores de subúrbios de Dar es Salaam, maior cidade da Tanzânia. Um projeto chamado Ramani Huria (Mapeamento Aberto, em suaíli) está usando as pequenas aeronaves não tripuladas para criar mapas precisos de favelas e reduzir o risco de inundações por chuva forte.

Membros das comunidades foram treinados para identificar as áreas mais vulneráveis e propor canais de escoamento da água.

É a tecnologia da coletividade em ação.

Via: Reuters

Foto: Ramani Huria

Saiba mais (em inglês): https://news.trust.org/item/20170104070454-rd34w

Obama: energia limpa é irreversível

Obama: energia limpa é irreversível

Presidente dos Estados Unidos até o próximo dia 20, Barack Obama acaba de escrever um artigo em defesa ao momento “irreversível” da energia limpa.

Desde a vitória de Donald Trump nas eleições americanas, ninguém ousa prever se o magnata vai mesmo cumprir as promessas nada amigáveis ao clima que fez durante sua campanha.

Como a causa ambiental não convence o próximo chefe da Casa Branca, Obama colocou no papel as vantagens econômicas da energia limpa. Vamos torcer para a letra fria dos números surtir efeito.

Via: Estadão

Foto: REUTERS / Larry Downing

Saiba mais: https://sustentabilidade.estadao.com.br/blogs/ambiente-se/energia-limpa-esta-em-momento-irreversivel-diz-obama-em-artigo/

Aquecimento global está confirmado

Aquecimento global está confirmado

Um argumento sustentado durante 15 anos por céticos das mudanças climáticas, segundo o qual o aquecimento global desacelerou entre 1998 e 2012, não passou de ilusão.

Pesquisadores de universidades dos EUA e do Reino Unido confirmaram conclusões da Agência Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA) que mostram que a superfície dos mares esquentou a uma taxa de 0,12º C por década entre 1998 e 2012.

Melhor que se prender à negação seria ajudar. Há muito trabalho a ser feito para mitigar os impactos das mudanças climáticas!

Via: G1 

Foto: NOAA

Saiba mais: https://g1.globo.com/natureza/noticia/estudo-desmente-desaceleracao-do-aquecimento-global-de-1998-a-2014.ghtml

Fonte de conflitos

Fonte de conflitos

A escassez de água pode ser uma fonte de conflitos.

Uma seca sem precedentes no norte da Síria contribuiu para a eclosão em 2011 do trágico conflito no país.

Até 2050, cerca de 1,8 bilhão de pessoas no mundo poderiam viver em áreas com água subterrânea totalmente ou quase esgotados.

Trabalhar para mitigar as mudanças climáticas é trabalhar para a paz.

Via: G1 e Observatório do Clima (vídeo)

Foto: Ceiri

Saiba mais: https://g1.globo.com/natureza/noticia/estudo-alerta-que-recursos-hidricos-podem-se-esgotar-em-2050.ghtml

[huge_it_videogallery id=”5″]