O Uruguai segue dando lições ao mundo

O Uruguai segue dando lições ao mundo

O nosso vizinho chegou com tudo ao século XXI.
A novidade agora é a primeira escola pública 100% sustentável da América Latina.
Ela foi construída na cidade de Jaureguiberry, com garrafas de vidro, papelão e latas de alumínio. E o trabalho foi voluntário.
O projeto é do arquiteto e ativista americano Michael Reynolds.
A escola terá capacidade para cem alunos por ano. E o respeito à natureza também será ensinado dentro das salas de aula.
Colar é feio, mas não neste caso: a gente bem que podia copiar a ideia.
Via Hypeness
Foto de divulgação
Saiba mais: https://www.hypeness.com.br/2016/05/uruguai-ganha-primeira-escola-publica-100-sustentavel-da-america-latina/

Tijolos de guimba cigarro?

Tijolos de guimba cigarro?

Não é de hoje que a gente sabe que o cigarro não faz mal só para quem fuma.
Mas para além da fumaça que empesteia a atmosfera, ele ainda causa outros tipos de danos ao ambiente.
A guimba (ou bituca) do cigarro não é biodegradável e ainda polui água e solo com arsênio, cromo, níquel e cádmio.
Mas um cientista australiano pensou numa solução construtiva para resolver o problema: tijolos feitos de guimba e argila.
Além de resolver o problema do acúmulo de lixo, o tijolo inventado pelo Dr. Abbas Mohajerani têm outras vantagens.
Seu isolamento térmico é mais eficaz e eles levam menos tempo para serem queimados, o que significa uma economia 58% de energia.
Melhor do que isso, só parar de fumar.
Via CicloVivo
Saiba mais: https://ciclovivo.com.br/noticia/pesquisador-australiano-usa-bitucas-de-cigarro-para-produzir-tijolos-sustentaveis/

Colhendo consciência ecológica

Colhendo consciência ecológica

A garotada de Carazinho botou a mão na massa para plantar a própria merenda. E o projeto Educação & Sustentabilidade, implantado em oito escolas da pequena cidade do norte do Rio Grande do Sul, deu outro fruto, além das hortas que produzem alimento orgânico: consciência ecológica.

Além de plantar e colher, os estudantes também estão aprendendo noções de educação ambiental. O resultado é que o consumo de água e de energia nas escolas caiu 25% ao longo do ano. Que essa ideia floresça Brasil afora.

Via G1

Foto de divulgação

Saiba mais

Fazenda modelo

Fazenda modelo

É possível cultivar lavoura na cidade grande.
Nova York está ganhando sua primeira fazenda urbana.
A Urby Staten Island foi construída numa antiga instalação militar da Marinha, com vista para a Estátua da Liberdade.
Ela vai produzir mais de 50 variedades de alimentos, tem estufa, apiário e áreas para piquenique e compostagem.
O condomínio tem 900 estúdios e apartamentos.
É um conceito que a gente espera que tenha vindo para ficar.
Via Vivagreen
Foto de divulgação
Saiba mais: https://vivagreen.com.br/greenarq/urby-conheca-primeira-fazenda-urbana-residencial-de-nova-york/

Jardins suspensos urbanos

Jardins suspensos urbanos

Quanto mais verde, mais saudável é a metrópole.
A Cidade do México é uma das mais poluídas e cinzas do mundo, mas está ganhando uma corzinha.
A capital mexicana ganhou 60 mil metros quadrados de jardins, plantados nas pilastras de um viaduto.
O monstrengo de concreto, que corta 27 quilômetros da cidade, ficou mais bonito e a folhagem ainda ajuda a purificar o ar.
Aqui no Brasil, São Paulo está com um projeto semelhante. Vamos torcer para que a ideia floresça.
Via CicloVivo
Saiba mais: https://ciclovivo.com.br/noticia/mexico-transforma-colunas-de-viadutos-em-jardins-verticais/