A energia do Tapajós vem do sol!

A energia do Tapajós vem do sol!

O astro-rei não perde a majestade na terra dos Mundurukus.
Ele dá vida à floresta e pode ajudar a preservá-la.
Usinas solares podem ser uma alternativa à construção de hidrelétricas no rio – que, não custa lembrar, é o último afluente da margem direita do Amazonas a correr livre.
O Greenpeace Brasil e a Fundação Empowered by Light implataram projetos-piloto em duas aldeias da Terra Indígena Sawré Muybu.
Os painéis fotovoltaicos vão fornecer energia para uma escola e freezers comunitários. E mais importante do que isso: servirão de exemplos a serem seguidos.
Via Greenpeace Brasil
Saiba mais: https://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/Energia-solar-brilha-para-o-povo-Munduruku/

Dá para pagar a conta do desmatamento zero

Dá para pagar a conta do desmatamento zero

É economicamente viável parar de derrubar árvore. R$ 5,2 bilhões por ano bastam para que os produtores rurais conservem a vegetação nativa de suas terras.
Parece muito, mas uma equipe de economistas da UFRJ botou tudinho na ponta do lápis.
E descobriu que sai mais barato preservar do que consertar os futuros estragos ao meio ambiente.
O investimento salvaria 205 mil quilômetros quadrados de floresta e evitaria que 5,6 bilhões de toneladas de gás carbônico chegassem à atmosfera.
É ou não é um bom negócio?
Via Observatório do Clima
Foto: Greenpeace/Daniel Beltra
Saiba mais: https://www.observatoriodoclima.eco.br/desmate-zero-e-viavel-dizem-economistas/

Luz para todos

Luz para todos

Luci não é uma luminária qualquer. Ela pode resolver o problema de muita gente que ainda vive sem luz elétrica.
Criada por uma empresa americana, ela é inflável e carregada por luz solar.
Basta ficar oito horas exposta ao sol que ela fica acesa por 12, continuamente. E funciona até debaixo d’água.
Quando o Nepal foi atingido por um terremoto, duas mil Lucis foram doadas ao país.
Luz e solidariedade.
Via Da Vinci
Saiba mais: https://www.programadavinci.com.br/post/luminaria-inflavel-funciona-a-partir-da-captacao-de-energia-solar

Café sem remorso

Café sem remorso

Lembram-se do nosso post falando que o café em capsula é prejudicial ao meio ambiente?
Não? Então veja aqui: https://tedk.com.br/projeto/gota/?bibliografia=cafe-demais-faz-mal-saude-do-planeta
Pois bem, logo será possível voltar a tomar seu cafezinho sem culpa.
Uma empresa canadense criou uma cápsula 100% biodegradável.
E não é só isso: ela é feita a partir da casca do café. Não só pode ser descartada no lixo orgânico, como pode servir de adubo.
Melhor do que isso, só um café fresquinho.
Via CicloVivo
Saiba mais: https://ciclovivo.com.br/noticia/empresa-canadense-e-a-1a-do-mundo-a-produzir-capsulas-biodegradaveis-para-cafe/

Ciclovia de verdade

Ciclovia de verdade

Não basta pintar um pedaço da rua para se fazer uma ciclovia.
Os ciclistas de Berlim vão ganhar uma rua exclusiva, como manda o figurino.
Serão nove quilômetros cobertos, construídos debaixo de um viaduto.
Vai ter horta urbana e pontos de parada com cafés, assistência técnica e aluguel de bicicletas.
E a luz que vai iluminar o caminho será gerada pelos próprios ciclistas, a partir do atrito dos pneus com o calçamento.
Veja no vídeo que beleza vai ficar.
Dá vontade de ir pedalando até a Alemanha só para dar uma voltinha.
Via CicloVivo
Saiba mais: https://ciclovivo.com.br/noticia/berlim-tera-ciclovia-coberta-de-hortas-e-que-gera-energia-2/