Escolha uma Página
Comida de tubarão

Comida de tubarão

Tubarão virou comida. O arquipélago de Fernando de Noronha vive uma contradição. Enquanto suas águas recebem mergulhos de observação de tubarões, seus restaurantes usam a carne desses peixes para fazer petisco.

Um dos maiores problemas é que não se sabe se os animais que viram bolinho de tubarão constam na lista de espécies ameaçadas.

Por isso, a ONG Divers for Sharks está propondo ao governo de Pernambuco que crie um santuário de tubarões em Noronha.

O equilíbrio da fauna marinha importa mais que um salgadinho.

Via: O Eco

Foto: Trip Noronha

Saiba mais: https://www.oeco.org.br/noticias/ongs-lancam-campanha-contra-venda-de-bolinho-de-tubarao-em-noronha/

Preservada em gelo

Preservada em gelo

Uma comissão com 24 países e a União Europeia criará a maior reserva marinha do mundo para conservar as águas da Antártida.

A área de proteção englobará o mar de Ross, uma imensa baía no Oceano Pacífico apontada como o último ecossistema marinho intacto do planeta. Não há contaminação, sobrepesca ou espécies invasoras.

Por mais distante que a Antártica pareça estar, sua preservação é imprescindível para frear o derretimento de geleiras e a elevação do nível dos mares.

No combate às mudanças climáticas, cada gota conta.

Via G1

Foto: Reuters

Saiba mais: https://g1.globo.com/natureza/noticia/2016/10/comissao-fecha-acordo-para-criar-maior-reserva-maritima-do-mundo.html

Luta pelas baleias continua

Luta pelas baleias continua

A proposta de criação de um santuário de baleias no Atlântico Sul foi derrotada em votação na Comissão Baleeira Internacional.
Mesmo que não sejam banhados pela área de proteção marítima, Japão, Noruega e Islândia lideraram o grupo pró-caça.
Apesar da frustração, o crescente apoio ao santuário mostra que, mais cedo ou mais tarde, sua criação será aprovada.
A próxima reunião da Comissão Baleeira Internacional, em 2018, tem chances de ocorrer no Brasil. É a melhor oportunidade para a vitória.
Via: Greenpeace Brasil e The Guardian
Foto: Paulo de Araújo / MMA
Saiba mais: https://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/Criacao-do-Santuario-de-Baleias-do-Atlantico-Sul-e-negada-mas-nao-desistiremos/

Floresta tropical submarina

Floresta tropical submarina

Sonhar não custa nada, então vamos lá: o Brasil pode ganhar a maior reserva marinha do Atlântico. A cordilheira submersa que vai do litoral do Espírito Santo e a Ilha de Trindade é como uma floresta tropical submarina, tamanha é a sua biodiversidade. A reserva teria o tamanho da Suécia e o projeto vai a consulta pública no mês que vem. 

Ou seja, para que este sonho se torne realidade, nossa participação é fundamental. Além desta, pode ser criada outra Unidade de Conservação, no Arquipélago São Pedro e São Paulo, em Pernambuco. Amazônias azuis.

Via BBC Brasil

Foto: Simone Marinho

Saiba mais aqui e aqui

Nova Zelândia bane a exploração de petróleo e de gás em seus mares

Nova Zelândia bane a exploração de petróleo e de gás em seus mares

A Nova Zelândia faz história e decide banir a exploração de petróleo e de gás em seus mares. O governo neozelandês pôs uma área marinha de pelos menos 4 milhões de km² fora dos limites de qualquer nova exploração de combustíveis fósseis.

A campanha começou justamente quando a Petrobras iniciou pesquisas em busca de petróleo nas águas sagradas do povo maori Te Whãnau-ã-Apanui, em abril de 2011. Em resposta a isso, foi realizado um bloqueio dos navios da companhia, que durou 42 dias e representou o início de um grande levante popular contra a exploração de petróleo no país. Vitória do meio ambiente.

Via Greenpeace Brasil

Foto: EFE

Saiba mais