Escolha uma Página
Óleo vaza na Baía de Guanabara

Óleo vaza na Baía de Guanabara

Os catadores de caranguejo no extremo norte da Baía de Guanabara de repente ficaram sem trabalho no último sábado. Milhares de litros de óleo foram derramados no Rio Estrela, que, bem próximo dali, deságua na Guanabara, à altura da cidade de Magé. O curso d’água e a baía tiveram seus mangues devastados naquela região.

Subsidiária da Petrobras, a Transpetro informou que foram despejados 60 mil litros de óleo. Ainda de acordo com ela, o vazamento foi resultado de um roubo de petróleo num duto. O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) demonstrou, em nota, que tal número pode estar abaixo da realidade. “Essas informações ainda serão avaliadas pela equipe técnica do Inea”. Em janeiro de 2000, um vazamento numa das tubulações de um duto da Petrobras lançou sobre a baía 1,3 milhões de litros de óleo. As primeiras informações da empresa à época davam conta de muito menos.

Via Jornal do Brasil e O Globo

Foto Beto Herrera/Jornal do Brasil

Saiba mais aqui e aqui.

Nova Zelândia bane a exploração de petróleo e de gás em seus mares

Nova Zelândia bane a exploração de petróleo e de gás em seus mares

A Nova Zelândia faz história e decide banir a exploração de petróleo e de gás em seus mares. O governo neozelandês pôs uma área marinha de pelos menos 4 milhões de km² fora dos limites de qualquer nova exploração de combustíveis fósseis.

A campanha começou justamente quando a Petrobras iniciou pesquisas em busca de petróleo nas águas sagradas do povo maori Te Whãnau-ã-Apanui, em abril de 2011. Em resposta a isso, foi realizado um bloqueio dos navios da companhia, que durou 42 dias e representou o início de um grande levante popular contra a exploração de petróleo no país. Vitória do meio ambiente.

Via Greenpeace Brasil

Foto: EFE

Saiba mais