Escolha uma Página

Um mar de lixo no Ártico

27 de abril de 2017

A conclusão de um estudo publicado pela revista “Science Advances” foi que o Oceano Ártico está virando um “aterro marinho”, com algo em torno de 1.200 toneladas de lixo. Um quarto deste total, ou cerca de 300 bilhões peças, são itens de plástico.

Aves marinhas e peixes muitas vezes confundem o plástico com o alimento, o que pode sufocá-los e até a morte. Ou, ainda, seus estômagos podem ficar tão cheios de material indigestível que eles morrem de fome. O plástico também contém substâncias tóxicas, que agem como um ímã para produtos químicos que flutuam no mar, aumentando a sua concentração para níveis potencialmente perigosos.

De acordo com estimativas, até 2050, haverá mais poluição plástica nos oceanos do que peixes.

Via: O Globo
Saiba mais em: https://glo.bo/2pmqos9
Foto: Steen Ulrik Johannessen