Escolha uma Página
Antonia Melo, guardiã do Xingu

Antonia Melo, guardiã do Xingu

Antonia Melo da Silva é uma força da natureza. A ativista ambiental perdeu sua casa em Altamira (PA) para a Hidrelétrica de Belo Monte e se tornou uma das mais poderosas vozes em defesa do Rio Xingu. Esta força ganhou hoje reconhecimento internacional, em Nova York (EUA), quando ela recebeu o Prêmio Fundação Alexander Soros para o Ativismo Ambiental e de Direitos Humanos. Ela é a sexta pessoa a merecê-lo.

Mãe de cinco filhos, Antonia fundou há 20 anos o Movimento Xingu Vivo para Sempre. O coletivo lutou contra a construção de Belo Monte e hoje luta não só por suas causas, como pela Amazônia. Antonia hoje é uma guardiã da floresta.

Um vídeo de Todd Southgate.

Belo Monte: vidas sem rumo

Belo Monte: vidas sem rumo

O documentário “Belo Monte: Depois da Inundação”, de Todd Southgate, responde às indagações feitas em 2011 pelo Movimento Gota D’Água.

Naquele ano, o Gota D’Água já alertava que a usina de Belo Monte alagaria 640 km² de Floresta Amazônica. E, assim, tiraria de famílias de indígenas e pescadores seu modo de vida tradicional à beira do Rio Xingu.

É a Gota D’Água + 10

É a Gota D’Água + 10

Em 15 de novembro de 2011, foi lançado um vídeo  manifesto, É a Gota D’Água, questionando a maior e mais polêmica obra do Programa de Aceleramento do Crescimento (PAC) do governo brasileiro: a Hidrelétrica de Belo Monte no Pará, que custou mais de R$ 30 bilhões e tem sua eficiência questionada por especialistas.

O Xingu é um rio de grandes variações e durante oito meses por ano praticamente seca. O rio também guarda a maior sociobiodiversidade da Amazônia. Em uma semana, a campanha reuniu um milhão de assinaturas e entrou para história da Internet.

 

Leviatã ataca Belo Monte

Leviatã ataca Belo Monte

A Polícia Federal (PF) investiga pagamento de propina pela construção da usina de Belo Monte, no Pará, a mando do novo relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin. A operação foi batizada de Leviatã.

 
Entre os seus alvos está Márcio Lobão, filho do senador e ex-ministro de Minas e Energia Edison Lobão (PMDB-PA).

Parece que os criadores do monstro do Rio Xingu estão prestes a emergir. Será que agora alguém olhará para as vítimas da criatura? A corrupção é insustentável!

Via: O Globo

Foto: Ministério do Planejamento

Saiba mais: https://oglobo.globo.com/brasil/lava-jato-pf-deflagra-operacao-por-ordem-de-fachin-contra-desvios-em-belo-monte-20934796