Escolha uma Página
Amazônia: Centro do Mundo

Amazônia: Centro do Mundo

Voltamos às nossas raízes: a bacia do rio XinguO evento “Amazônia: Centro do Mundo” aconteceu em Altamira (PA), nos dias 17, 18 e 19 de novembro. Esse encontro histórico que reuniu líderes indígenas, quilombolas e ribeirinhos, ativistas climáticos internacionais, cientistas do clima e da Terra e alguns dos melhores pensadores do BrasilAli, Uma Gota no Oceano participou de conversas sobre a crise climática, as grandes obras de infraestrutura, as queimadas ilegais e o avanço do desmatamento. Demos continuidade, assim, à missão de levar informação consistente, independente e atraente para que cada pessoa possa exercer sua cidadania. 

Ouvimos atentamente as palavras de sabedoria do líder caiapó Raoni Metuktire e da fundadora do movimento Xingu Vivo, Antônia Melo. Os relatos confirmam o que já avisávamos em 2001: a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte impactou a vida humana e a natureza da região. Segundo a própria Norte Energia, “3.850 famílias foram reassentadas para a implementação da Usina Hidrelétrica de Belo Monte”. Os ribeirinhos foram tirados de suas casas e transferidos para reassentamentos, novos bairros periféricos em Altamira, onde há altos índices de violência e pobreza. 

Apesar dos desafios, nos animamos em conhecer novos amigos da causa. Jovens ativistas dos movimentos europeus Fridays for Future e Extinction Rebelion estavam lá para contar sobre como mobilizam a juventude do outro lado do oceano. Mas o principal foco da viagem deles não era falar, e sim ouvir: eles foram até a Amazônia para conhecer a realidade dos povos da floresta e se encantaram ao conversar com Raoni. Foi a união perfeita entre a força da juventude e a sabedoria ancestral, uma combinação que com certeza nos leva em direção a um mundo melhor. 

#ÉaGotaDágua #XinguVivo #Xingu #BeloMonte #CadaGotaConta #UmaGotaNoOceano #MudançasClimáticas #ClimateChange #MelhoraEsseClima #MexeuComÍndioMexeuComClima#FridaysForFuture #FridaysForFutureBrasil #ActOnClimate

 

Funai vs Belo Sun

Funai vs Belo Sun

Ignoring the technical findings from Funai, mining company Belo Sun received the license from  the government of Pará to extract gold from the region. Now, the foundation goes to court against the venture.

It is the ultimate measure to try to end a monster that unites the impacts of Belo Monte with the announced risks of Mariana.

Like Mariana, Belo Sun is an operation based on toxic components, with a dam that accumulates ore tailings alongside a river and its fauna and flora. We can not let the tragedy of Rio Doce repeat itself in the Tapajós River.

Find out more (Portuguese): funai-vai-a-justica-contra-mineracao-de-ouro-em-belo-monte

Via: Estadão

Photo: Lunaé Parracho/Terra Magazine