Escolha uma Página
Barcarena está cercada

Barcarena está cercada

A agressão da Hydro/Alunorte contra Barcarena se revelou só a ponta do iceberg. Desde que um polo industrial se instalou na região, acidentes ambientais são constantes: foram registradas 17 ocorrências de 2000 a 2015.

Em 2012, pesquisadores da Universidade Federal do Pará analisaram poços artesianos de 26 comunidades; em 24 delas, a água estava contaminada com chumbo. E os igarapés estão envenenados por mercúrio e alumínio. O descaso com a vida humana e com o meio ambiente é constante.

Foto: Pedrosa Neto/Amazônia Real

Assista à reportagem do Fantástico.

Hoje é Dia de Tereza de Benguela e da Mulher Negra

Hoje é Dia de Tereza de Benguela e da Mulher Negra

Tereza de Benguela ainda vive neste dia dedicado à ela e à Mulher Negra. A luta da guerreira que liderou o Quilombo de Quariterê, no Mato Grosso, no século 18, continua em pessoas como Maria do Socorro Silva, quilombola destaque numa série do jornal The Guardian sobre ativistas ambientais.

Maria do Socorro comprou briga contra um cachorro grande: a Hydro Alunorte, a maior refinaria de alumínio do mundo, instalada na Amazônia. A mineradora foi recentemente condenada pela Justiça a pagar R$ 150 milhões em indenizações por danos ambientais em Barcarena, no Pará. Viva o 25 de julho! Salve Tereza de Benguela e Maria do Socorro! Que elas continuem inspirando a nova geração a lutar pelas causas ambiental e quilombola!

Via ONU Brasil

Foto: Geledés – Instituto da Mulher Negra

Saiba mais