nossa
História


De volta ao STF, com os quilombolas

Quilombolas no STF

No dia 18 de outubro, o Supremo Tribunal Federal (STF) recolocou em pauta o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 3239. Proposta pelo partido Democratas, a ação vai contra o Decreto 4887/2003, que regulamenta a titulação dos quilombos e o direito à terra de milhões de descentes de africanos escravizados. O julgamento iniciado em 2012 e interrompido em 2015 com o pedido de vistas de Dias Toffoli, entretanto, voltou a ser adiado, pois o ministro não compareceu à sessão por estar de licença médica. A Uma Gota No Oceano, como parceira da Coordenação Nacional das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (CONAQ) na campanha Nenhum Quilombo a Menos, esteve presente no Supremo. Neste dia, ao menos, pudemos comemorar uma vitória: em outro julgamento, o STF proibiu a União de conceder a terceiros terras ocupadas por comunidades quilombolas na Amazônia, dando ganho de causa a uma ação da Procuradoria Geral da República.

O julgamento da ADI só foi retomado no dia 9 de novembro, quando Toffoli proferiu seu parecer sobre o decreto. Contrariando o parecer do ministro aposentado e relator da ação Cezar Peluso, ele votou contra a ADI, como já havia feito Rosa Weber. Ao justificar seu voto, porém, Toffoli levou à tribuna a tese do “marco temporal”, que dificulta muito o processo de demarcação e titulação das terras tradicionais. Segundo a tese, só tem direito à terra aquelas comunidades que as estivessem ocupando na data da promulgação da Constituição Federal, em 5 de outubro de 1988. Depois do voto de Toffoli, o ministro Edson Fachin também pediu vistas do processo. Desta forma, o julgamento da ADI que questiona a titulação de quilombos está adiado por tempo indeterminado. A luta continua!



Publicações

Expedição Tapajós

A Uma Gota no Oceano, junto com o diretor Luiz Fernando Carvalho, o fotógrafo Antônio Garcia...

Assembleia Geral 2018

Gotas em conselho: no dia 5 de novembro tivemos nossa assembleia geral, onde fizemos um balanço...

Gotas com os Guardiões em São Francisco

Das terras Yurok, partimos com os Guardiões da Floresta para São Francisco, cidade onde foram realizados...

Guardiões de Floresta e Gotas em terras Yurok

Uma Gota no Oceano testemunhou um momento histórico: pela primeira vez, houve uma reunião dos Guardiões...

Cumbre Amazónica 2018

Entre os dias 16 e 20 de junho, Uma Gota no Oceano participou, a convite da...

Plenária Nacional da Conaq 2018

No dia 13 de junho, Uma Gota no Oceano participou da Plenária Nacional da Coordenação Nacional...

Chega de agrotóxicos!

Feijão se tempera com alho e louro, não com Benzoato de Emamectina. A substância, proibida no...

Expedição à Terra Xakriabá

Uma Gota no Oceano, junto com a organização Tecendo Laços, acompanhou a ida das jovens lideranças...

Encontro do CIDSE em Bruxelas

A Uma Gota no Oceano foi convidada pelo apoiador da campanha “Em nome de quê?” a...

Gotas no ATL 2018

A 15ª edição do maior encontro de indígenas do Brasil, o Acampamento Terra Livre (ATL), aconteceu...