Escolha uma Página
Energia solar com subsídio

Energia solar com subsídio

À luz do subsídio: ao longo deste ano, mil residências catarinenses vão receber sistemas de geração de energia solar e seus moradores vão pagar apenas 40% do preço normal por isso, ou seja, R$ 6.700.

Esse é um projeto da distribuidora Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), que arcará com os 60% restantes do custo de instalação.

Com uma economia de até R$ 2.000 ao ano na conta de luz, a compra se paga de volta em três anos e meio.
Essa conta fecha bem no bolso e no clima.

Via: Valor Econômico

Foto: Santa Catarina Industrial Land

Saiba mais: https://www.valor.com.br/empresas/4878668/celesc-vai-instalar-paineis-solares-em-mil-residencias

Agrotóxicos a granel

Agrotóxicos a granel

Subsídio mortal. Os dados são da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do Ministério da Saúde: em 2017, foram registrados 4.003 casos de intoxicação por agrotóxicos em todo o país, quase 11 por dia, sendo que 164 pessoas morreram. Em dez anos esses números praticamente dobraram: foram 2.093 casos em 2007.

No ano passado, 157 pessoas ficaram incapacitadas para o trabalho por causa da intoxicação; outras tiveram câncer ou impotência sexual. Agora o Supremo Tribunal Federal julga uma ação para acabar com a isenção de impostos sobre agrotóxicos – zero de IPI desde 2011. O Brasil não é o maior consumidor do produto à toa. Mas o barato sai caro.

Via O Globo

Foto: Shutterstock

Saiba mais