Escolha uma Página
O Cerrado pode ser salvo sem loucura

O Cerrado pode ser salvo sem loucura

O Dia do Cerrado deste ano chega pouco depois da notícia de que que o bioma, o segundo maior do país, foi 50% mais devastado do que a Amazônia. Em 2015, ele perdeu cerca de 9,5 mil km². Mas nada de baixa-astral: foi em 2017 também que o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros foi ampliado; e é possível recuperar o Cerrado, sem nenhuma loucura envolvida.

O bioma já vem sendo recuperado, e não sai tão caro assim. A Aliança Cerrado, calculou que com R$ 395 milhões seria possível restaurar a flora do Distrito Federal até 2030. É só 3% destinado pelo governo local ao agronegócio nos últimos anos. Só lembrando que no Cerrado nascem oito das 12 mais importantes bacias hidrográficas do Brasil. Sem o Cerrado, simplesmente não tem água. Loucura seria perdê-lo.

Via O Globo e O Eco

Saiba mais aqui e aqui

Chapada dos Veadeiros ainda é do mundo

Chapada dos Veadeiros ainda é do mundo

Foi por um fio: reconhecido como Patrimônio Mundial pela Unesco em 2001, o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros correu o sério risco de ser rebaixado para a Lista do Patrimônio Mundial em Perigo.

Ele foi salvo pelo gongo – quer dizer, pela decisão do governo de ampliá-lo de 65 mil hectares para 240 mil hectares. A definição saiu nesta quarta-feira, em Cracóvia, na Polônia, em reunião do Comitê do Patrimônio Mundial.

Não podemos esquecer que esta é uma vitória da sociedade civil e de entidades ambientais que se uniram em torno desta causa.

Via O Globo

Foto: Goiás Agora

Saiba mais