Escolha uma Página
Macaco não vive sem mata. E vice-versa

Macaco não vive sem mata. E vice-versa

Não há macaco em loja de louça na natureza: o equilíbrio é delicadíssimo, tudo está intimamente ligado. O muriqui-do-norte, primata nativo da Mata Atlântica, corre o sério risco de extinção, pela devastação de seu habitat natural. Por outro lado, segundo um estudo da UNESP – Universidade Estadual Paulista, publicada na Scientific Reports, eles são de grande importância para a preservação da floresta.

Como são os maiores macacos do pedaço, têm frutas no seu cardápio diário e se movimentam por longas distâncias, acabam espalhando sementes por uma área bem maior. “Dispersar sementes em uma distância maior aumenta a probabilidade que essas sementes sobrevivam”, diz a bióloga Laurence Marianne Culot, uma das autoras da pesquisa.

Não é a toa que diz o velho ditado: cada macaco no seu galho. E o macaco-homem, quando vai ficar no seu?

Via O Eco

Foto: Wikipedia

Saiba mais