Escolha uma Página
Ainda falta o básico: saneamento

Ainda falta o básico: saneamento

Os últimos dados mostram que, entre os municípios brasileiros com fornecimento de água, só metade tem coleta de esgoto. A meta, como se sabe, é chegar a 2033 com saneamento básico universal. Um objetivo que custa R$ 20 bilhões por ano até lá.

Mas em 2015, os investimentos no país em atendimento de água e esgoto ficaram em R$ 12,7 bilhões.

Aí é o famoso perde-perde: quem não tem acesso a esse direito fica exposto a doenças e acaba poluindo rios e outros corpos hídricos. Saneamento já!

Via: O Globo

Foto: Gazeta do Triângulo

Saiba mais: https://oglobo.globo.com/economia/saneamento-avanca-passos-lentos-no-pais-20751607

Saneamento básico pode dar lucro

Saneamento básico pode dar lucro

De acordo com um estudo do Instituto Trata Brasil, a universalização do saneamento básico traria ao país benefícios que superariam os R$ 500 bilhões em 20 anos, levando em consideração saúde, valorização imobiliária e ambiental e turismo.

Apenas metade dos brasileiros tem saneamento básico. Ou seja, mais de 100 milhões de pessoas jogam seus dejetos em fossas ou até mesmo diretamente nos rios. 

Este prazo de 20 anos é baseado no Plano Nacional de Saneamento Básico, elaborado pelo governo federal em 2014 propondo metas de investimento para o setor no período entre 2015 e 2035. Porém, se os investimentos no setor continuarem seguindo o mesmo ritmo dos últimos 10 anos, o país precisaria de pelo menos o dobro do tempo para atingir a universalização.

Via: G1

Foto: Portal do Saneamento Básico

Saiba mais em: https://g1.globo.com/economia/noticia/universalizacao-do-saneamento-traria-r-537-bi-ao-pais-em-20-anos-diz-estudo.ghtml