Escolha uma Página
A bicharada invade o Rio

A bicharada invade o Rio

A bicharada está invadindo o Rio de Janeiro. Ou seria o contrário? Outro dia, uma arara-vermelha, ave raramente vista em nossas florestas, foi vista sobrevoando a Avenida Rio Branco, no centro da cidade. Já teve até bicho-preguiça badalando pelo Leblon. Mas a verdade é que nós estamos invadindo a praia deles.

O Rio é uma cidade cercada de morros e florestas, habitat de uma rica fauna. Só que o cinza-concreto está invadindo cara vez mais o verde-árvore. E, desta forma, esta convivência tem se tornado cada vez mais frequente. Segundo bombeiros, 17 mil animais foram capturados no ano passado. O macaquinho da foto logo estará em liberdade, procurando por seu galho. Quando acharemos o nosso?

Via O Globo

Foto: Brenno Carvalho

Saiba mais

Belo Monte: vidas sem rumo

Belo Monte: vidas sem rumo

O documentário “Belo Monte: Depois da Inundação”, de Todd Southgate, responde às indagações feitas em 2011 pelo Movimento Gota D’Água.

Naquele ano, o Gota D’Água já alertava que a usina de Belo Monte alagaria 640 km² de Floresta Amazônica. E, assim, tiraria de famílias de indígenas e pescadores seu modo de vida tradicional à beira do Rio Xingu.

Posseiros na Flona Jamanxim

Posseiros na Flona Jamanxim

Na Flona Jamanxim, a festa é dos posseiros.

O presidente Temer transformou 23% do território da Floresta Nacional (Flona) Jamanxim, no Pará, em área de proteção ambiental (APA).

Na prática, a medida reduz a proteção legal sobre a parcela convertida em APA e regulariza a situação de dezenas de posseiros pecuaristas.

Para Elis Araújo, da Imazon, a mensagem que o governo passa é de que “vale a pena ocupar terra pública em unidade de conservação”.

Precisamos nos manter juntos para impedir retrocessos como este e termos um 2017 mais justo e sustentável.

Via: Folha de S.Paulo

Foto: Nacho Doce / Reuters

Saiba mais: https://www1.folha.uol.com.br/ambiente/2016/12/1843269-medida-provisoria-reduz-nivel-de-protecao-legal-de-floresta-no-para.shtml

Guardiões da superfície terrestre

Guardiões da superfície terrestre

Só não cimentaram o planeta inteiro por causa deles. Mesmo correspondendo a apenas 5% da população mundial, os povos tradicionais são guardiões de 1/4 da superfície terrestre. E desses 38 milhões de km², 2/3 estão preservados.

Os números são de uma pesquisa internacional liderada pela Universidade Charles Darwin, na Austrália, e publicada na revista Nature Sustainability. O meio ambiente e as pessoas de bom senso lhes são gratos.

Via Revista Superinteressante

Foto: Peru North

Saiba mais

Para onde estávamos olhando?

Para onde estávamos olhando?

A área desmatada dentro de Terras Indígenas (TIs) na Amazônia nos dez meses deste ano já é quase o triplo do registrado em 2015 inteiro.
Desde janeiro, foram desflorestados 188 km² nesses territórios. Ao longo de todo o ano passado, esse número foi de 67 km².
Os dados foram apresentados pela Fundação Nacional do Índio (Funai) a partir de uma análise preliminar de imagens de satélite.
Há, portanto, uma pequena margem de erro.
Nada que torne essa notícia menos pavorosa.
Precisamos assumir já o compromisso com o desmatamento zero!
Via: Instituto Socioambiental – ISA
Foto: AP
Saiba mais: https://www.socioambiental.org/pt-br/noticias-socioambientais/desmatamento-em-terras-indigenas-na-amazonia-ja-e-o-triplo-do-registrado-em-2015