Escolha uma Página
O amargo retorno do Japão à caça à baleia

O amargo retorno do Japão à caça à baleia

Tão reconhecido por bons projetos de sustentabilidade, o Japão tomou uma decisão que nos remete à Idade Média. O país asiático não só se desligou da Comissão Internacional da Baleia (CIB), como anunciou a retomada da caça a esses animais marinhos em suas águas para fins comerciais a partir de julho de 2019, desprezando o fato de que algumas espécies estão em extinção.

Os baleeiros nipônicos, assim, ficarão à vontade para cometer atrocidades contra um dos mamíferos mais amados do mundo. O Japão agora se associa à Islândia e Noruega, únicas nações que mantêm essa prática. Organizações e movimentos internacionais defensores dos direitos dos animais, uni-vos!

Via DW

Fotos: Portos 

Saiba mais

China vai proibir comércio de marfim

China vai proibir comércio de marfim

A China vai proibir o comércio de marfim em 2017. O país é o maior mercado mundial do produto. Por causa disso, milhares de elefantes são abatidos ilegalmente todos os anos na África.

Um quilo de marfim custa o equivalente a R$ 3,5 mil. Depois de um período de desenvolvimento desenfreado, os chineses vêm investindo em iniciativas sustentáveis.

Que isso resulte numa guinada radical em escala global.

Via: G1 – O Portal de Notícias da Globo

Foto: Stock Free Images

Saiba mais: https://g1.globo.com/natureza/noticia/china-maior-mercado-mundial-de-marfim-proibira-seu-comercio-em-2017.ghtml

Proteção para espécies ameaçadas

Proteção para espécies ameaçadas

O Brasil prometeu na conferência sobre biodiversidade da ONU, que acontece agora em Cancún, no México, botar todas as espécies ameaçadas no nosso país sob esforços de proteção até 2020.

Entre os setores que deverão ser enquadrados pela promessa está o agropecuário, responsável por 5% da destruição da fauna brasileira.

Para se cumprir a meta, é preciso repensar este modelo de desenvolvimento em que a alegada urgência por novos empreendimentos, como grandes hidrelétricas, atropela qualquer cuidado com rios e outros ecossistemas.

Via: ONU Brasil

Foto: Flickr/Bart van Dorp

Saiba mais: https://nacoesunidas.org/brasil-se-compromete-a-proteger-todas-as-especies-ameacadas-ate-2020/