Escolha uma Página
Aedes aegypti em cana!

Aedes aegypti em cana!

A guerra contra o Aedes aegypti não pode ter trégua!
Mas o combate ao mosquito deve ser feito com respeito ao meio ambiente. Nada de fogo amigo! Chega de veneno!
Pensando nisso, pesquisadores da Escola de Engenharia de Lorena da Universidade de São Paulo criaram um larvicida que não agride a natureza e a nossa saúde.
Feito a partir do bagaço da cana-de-açúcar, o produto mata as larvas do inseto por asfixia em 24 horas. E ainda desintegra o seu exoesqueleto.
Os cientistas agora pensam em utilizar o mesmo princípio para atacar doenças como a leishmaniose e a esquistossomose.
Xô dengue, zika e chikungunya! Mas de forma sustentável.
Via UOL
Foto: Brasil sem vacinas
Saiba mais: https://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/redacao/2016/06/10/biolarvicida-obtido-do-bagaco-da-cana-mata-larvas-de-aedes-aegypti.htm

Calor que desorienta

Calor que desorienta

As mudanças climáticas estão causando desencontros.
As altas temperaturas aliadas à baixa incidência de chuvas estão prejudicando a sincronização entre a época de floração e a de voo das borboletas. É o que descobriram pesquisadores da Universidade Autônoma da Barcelona.
O encontro da borboleta com a flor não é só belo, como essencial para o ciclo da natureza. Elas vivem em simbiose perfeita: a planta fornece alimento para o inseto, que em troca ajuda na sua reprodução. Isso pode causar a extinção de espécies.
Ou a gente esfria o planeta ou a coisa vai ferver pro nosso lado.
Via Globo Rural
Foto: Pixabay
Saiba mais: https://revistagloborural.globo.com/Noticias/Sustentabilidade/noticia/2016/07/flores-e-borboletas-ja-nao-aparecem-ao-mesmo-tempo-devido-mudanca-climatica.html