Escolha uma Página
Licença para desmatar

Licença para desmatar

A Casa Civil abandonou o Projeto de Lei de licenciamento ambiental do próprio governo e ordenou que a proposta alternativa dos ruralistas seja votada nesta semana na comissão de finanças da Câmara dos Deputados. Na prática, trata-se de uma licença para desmatar.

Um dos pontos do texto estabelece que, para licenciar empreendimentos, empresas precisem apenas preencher um formulário na internet.

Desde que as mudanças no Código Florestal entraram em vigor em 2012 com apoio dos mesmos ruralistas, o desmatamento na Amazônia cresceu 75%. Melhor seria se tirássemos uma lição dessa estatística.

Via: Observatório do Clima

Foto: Ueslei Marcelino / Reuters

Saiba mais: https://www.observatoriodoclima.eco.br/governo-manda-votar-licenciamento-flex/

Como um trator

Como um trator

Michel Temer está passando como um trator por cima de direitos e do meio ambiente para salvar o seu mandato e evitar ver o sol nascer quadrado. Com isso, está promovendo uma verdadeira liquidação de áreas preservadas de florestas. Na tentativa de angariar votos no Congresso para escapar de ser investigado pelo STF por corrupção, o presidente está fazendo todas as vontades da numerosa bancada ruralista: nos últimos dias, aprovou uma lei (MP 759) anistiando a grilagem, principal motor do desmatamento na Amazônia, e assinou um parecer sobre Terras Indígenas que pode afetar centenas de processos de demarcação, além de aumentar a violência no campo.

Nas próximas semanas, estão na bica do Congresso o desmonte do licenciamento ambiental, que poderá produzir mais tragédias como a de Mariana, e a venda de terras para estrangeiros.

Para ganhar alguns meses de poder (e, quiçá, de liberdade), o presidente mais impopular da história empurra a toda a sociedade uma conta salgada, cujas prestações vão ser pagas durante muitos anos. Vai sobrar pra você. Por isso, o cartunista Ique criou esta charge para expressar sua indignação, que deve ser compartilhada por cada um de nós.