Escolha uma Página

Recorde sombrio

8 de maio de 2018

Batemos mais um recorde: a concentração de CO₂ na atmosfera atingiu a 410 partes por milhão em abril. Nos 250 mil anos de existência do Homo sapiens, nunca havíamos chegado perto desse valor. Há 60 anos, quando começaram as medições, estávamos em 315 ppm.

Segundo as evidências, a última vez o carbono bateu os 400 ppm foi há 3,5 milhões de anos. A temperatura era 3º C mais alta do que hoje e o nível do mar, 20 metros mais elevado. Isso derreteu geleiras, além de provocar eventos climáticos extremos e a extinção de espécies. O que aconteceu naquela época por causas naturais, hoje se deve ao modelo de desenvolvimento que adotamos depois da Revolução Industrial. Em nome de que arriscamos causar a nossa própria extinção?

Via Observatório do Clima

Foto: Shutterstock

Saiba mais