Escolha uma Página
Hidrelétrica em floresta é um mau negócio

Hidrelétrica em floresta é um mau negócio

Hidrelétrica em floresta é um mau negócio em todos os sentidos; está dando prejuízo até para seus acionistas. O consórcio que administra a Usina de Santo Antônio tenta negociar uma dívida de quase R$ 1 bilhão. O risco de falência é alto.

Se nem lucro está dando, em nome de que ainda apostamos num modelo de geração de energia do século 19? As construções das usinas de Santo Antonio e Jirau desalojaram 10 mil famílias no Acre e em Rondônia; e depois que começaram a funcionar, as enchentes no Rio Madeira se tornaram constantes, inundando cidades da região. Não tem lucro e todos nós dividimos esses prejuízos.

Via O Estado de São Paulo

Foto de divulgação

Saiba mais