Escolha uma Página
A neve também é culpa do calor

A neve também é culpa do calor

A costa leste dos Estados Unidos está soterrada sob a neve e a culpa é do calor. Um estudo publicado no Nature Communications, baseado numa análise de dados dos últimos 65 anos, relaciona diretamente as temperaturas cada vez mais quentes no Ártico – até 10°C acima da média do inverno – com o aumento do frio no país.

“As mudanças climáticas estão levando as baixas temperaturas do Polo Norte para regiões temperadas. É um fenômeno anunciado, severo e perigoso”, disse Jennifer A. Francis, física atmosférica da Universidade Rutgers, uma das autoras do estudo. Tá quente? Tá frio!

Via Observatório do Clima

Foto: Robert Ray/AP

Saiba mais

Calor de zero grau no Ártico

Calor de zero grau no Ártico

Zero grau pode parecer frio pra caramba para o brasileiro, mas quem mora no norte da Groenlândia deveria estar curtindo um friozinho de -33°C. No último sábado, os termômetros marcaram 6°C, um calorão para os padrões locais. O Mar de Bering começa a descongelar em pleno inverno.

Em todo o Ártico e arredores, as temperaturas estão cerca de 20°C acima da média. E se esquenta de um lado, esfria de outro: este degelo na região polar está alterando a temperatura lá na Europa: a nevasca que atingiu Roma é consequência direta dela. O clima se equilibra numa corda bamba.

Via O Globo

Foto: Adrienne Tivy

Saiba mais