Escolha uma Página
Europeus começam a aposentar o carvão

Europeus começam a aposentar o carvão

Bye bye, carvão. Os britânicos começam a aposentar suas termelétricas. Mas nem todas deixaram de funcionar: a de Drax, por exemplo, está sendo adaptada para funcionar a base de gás natural e biomassa.

Em abril, o Reino Unido ficou mais de três dias seguidos sem nenhuma energia produzida por carvão. Na Dinamarca, a usina de Copenhague será transformada em uma unidade de biomassa. Os combustíveis fósseis estão com os dias contados. Quem continuar investindo nesse atraso perde o trem da História.

Via BBC News Brasil

Foto: UK Construction

Saiba mais

Canadá rumo ao carvão zero

Canadá rumo ao carvão zero

O Canadá caprichou em suas resoluções de fim de ano. A Ministra do Meio Ambiente Catherine McKenna anunciou que o país vai desativar suas usinas termelétricas de carvão até 2030.

Com a medida, os canadenses vão deixar de produzir 5 milhões de toneladas de gás carbônico.

Que outros países sigam o exemplo. O planeta e nossos pulmões agradecem.

Via: Pensamento Verde

Foto: The Green Optimistc

Saiba mais: https://www.pensamentoverde.com.br/meio-ambiente/canada-anuncia-fechamento-de-termeletricas-de-carvao-ate-2030/

Canadá não será mais movido a carvão

Canadá não será mais movido a carvão

O governo canadense estabeleceu o ano de 2030 como prazo para o país abandonar completamente o uso de carvão para produzir energia. Adeus termelétricas.

Até lá, 90% da capacidade de geração de eletricidade no Canadá deverá vir de fontes renováveis.

Segundo o governo, essas medidas reduzirão as emissões do país em mais de 5 megatoneladas de CO2. O volume equivale à retirada de cerca de 1,3 milhão de carros das ruas.

O Brasil, por sua vez, tem tudo para liderar a economia das fontes de renováveis. Vale a pena para a natureza e para as finanças. Já está na hora de aproveitar nosso potencial.

Via: Exame

Foto: SkyFireEnergy

Saiba mais: https://exame.abril.com.br/mundo/canada-deixara-de-utilizar-carvao-para-eletricidade-em-2030/

Termelétricas a carvão vetadas

Termelétricas a carvão vetadas

O presidente Michel Temer informou ontem que vai vetar o artigo 20 da Medida Provisória 735. Se fosse aprovado, esse artigo daria cerca de R$ 5 bilhões em incentivos a termelétricas a carvão.

O ministro Sarney Filho, do Meio Ambiente, não queria viajar à 22ª Conferência do Clima da ONU (COP22), em Marrakesh, sem o veto. Recebeu do presidente uma carta assumindo esse compromisso.

A decisão de Temer vem na sequência de nossa pressão com a petição Carvão Não, do Greenpeace Brasil. Só há espaço para avanços, não para retrocessos.

Via Estadão

Foto: Charlie Riedel / AP

Saiba mais: https://sustentabilidade.estadao.com.br/noticias/geral,temer-diz-que-vai-vetar-incentivo-a-termeletricas-a-carvao,10000087754

Carvão, não!

Carvão, não!

O Congresso Nacional aprovou no dia 19 de outubro um artigo que incentiva a instalação de mais termelétricas movidas a carvão no país.

Isso justamente no momento em que os países se uniram em torno do Acordo de Paris para reduzirem emissões.

O carvão é o mais poluente dos combustíveis fósseis. Responde por quase um terço das emissões de CO2 do planeta.

O presidente pode vetar a medida. Uma Gota no Oceano se junta ao Greenpeace Brasil e ao WWF-Brasil nesta campanha pelo veto.

Vamos nos unir em torno de mais esta causa?

Assine a petição: https://www.greenpeace.org.br/carvao?submissionGuid=87cf89bf-e85b-48fd-9e22-6a37ea72d7e3