Escolha uma Página
Sustentabilidade mista premiada

Sustentabilidade mista premiada

Sustentabilidade premiada. A casa dos estudantes da Escola Fazenda Canuanã, no Tocantis, ganhou do Royal Institute of British Architects o prêmio para projetos de arquitetura arrojada e impacto social significativo. O prédio, construído com metal, madeira e tijolos especiais, combina técnicas de construção tradicional com a tecnologia mais moderna.

O calor na região chega aos 40˚C, mas o interior do prédio chega a ficar até 7˚C mais fresco, sem precisar de ar condicionado. Além disso, o uso da luz natural também ajuda na economia de energia. Tradição + modernidade = sustentabilidade.

Via BBC News Brasil

Foto: Leonardo Finotti

Saiba mais

Pau pra toda obra

Pau pra toda obra

O prédio de madeira mais alto da Holanda, conhecido como Patch22, foi eleito o melhor edifício de 2016 pelo World Architecture News. E ele é pau pra toda obra.

Sustentabilidade é uma das bases do projeto, que possui sistema de captação de água da chuva e placas fotovoltaicas.

O outro ponto forte do Patch22 é a flexibilidade, já que seu desenho permite uso tanto residencial, quanto comercial.

Será que ainda é possível pensar a arquitetura urbana sem falar de sustentabilidade? Nossa resposta: não!

Via: CicloVivo

Foto: Divulgação

Saiba mais: https://ciclovivo.com.br/noticia/predio-de-madeira-ganha-premio-de-melhor-construcao-residencial-do-mundo/

O prédio que é um bosque

O prédio que é um bosque

Viver no edifício 25 Verde é quase como morar num bosque. Projetada pelo arquiteto italiano Luciano Pia, o prédio foi “plantado” em Turim. Na sua estrutura, há 150 árvores. É uma tendência da moderna arquitetura sustentável.

A ideia é que o verde ajude a regular naturalmente a temperatura e a iluminação ambiente, visando o máximo em eficiência energética. O prédio também produz 150 mil litros de oxigênio por hora, enquanto absorve 200 mil litros de CO₂. A casa do futuro será viva.

Via Hypeness

Foto: Beppe Giardino

Saiba mais