Escolha uma Página

Governo omite ataques a três aldeias Wajãpi

29 de julho de 2019

No fim de semana foram registrados três ataques coordenados a aldeias Wajãpi, no Amapá. Ao comentar esses crimes, o governo despreza os ataques simultâneos a três aldeias e prefere questionar o assassinato de um cacique, ignorando o contexto de invasões registradas na mesma Terra Indígena em um curto intervalo de tempo. Em nome de que essa informação é omitida?

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA) manifestou sua preocupação. Pediu para que o governo brasileiro proteja as TIs de atos violentos. A OEA solicitou ainda explicações sobre a demora da Polícia Federal em atender aos pedidos de socorro dos indígenas no último fim de semana. Líderes Wajãpi garantem que o primeiro contato com a Funai foi feito na noite de quinta-feira (25). A PF só chegou ao local na manhã de domingo.

Essa demora não seria um incentivo àqueles que pretendem invadir territórios indígenas? Em nome de que atacar aqueles que têm papel crucial na conservação da biodiversidade e do nosso planeta?

Leia mais: