Como estabelecido em seu Estatuto Social, a Governança da Uma Gota no Oceano é realizada por meio da seguinte estrutura organizacional:

I.    Assembleia Geral

II.   Conselho Gestor

III.  Diretoria

IIII. Conselho Consultivo

 

 I – Assembleia-Geral

É o órgão soberano da Uma Gota no Oceano e reúne todos os seus associados. À Assembleia-Geral cabe decidir todas as questões relativas à organização e aos seus objetivos. Ela reúne-se ordinariamente uma vez por ano, para deliberar sobre as demonstrações financeiras do exercício anterior e aprovar orçamento e planos de atividades para o ano, e pode ser convocada extraordinariamente sempre que necessário.  Os associados e conselheiros da Uma Gota no Oceano não recebem remuneração.

 

II – Conselho Gestor

Responsável pela orientação, diretrizes e supervisão da gestão da Uma Gota no Oceano, é composto por entre três e cinco associados – sendo um deles o seu Presidente – eleitos pela Assembleia Geral. Cabe também ao Conselho nomear e desligar os membros do Conselho Consultivo, aprovar a proposta de orçamento da organização, eleger e fixar a remuneração dos membros da Diretoria. O Presidente do Conselho Gestor é o representante institucional da Uma Gota no Oceano.

Membros do Conselho Gestor:

Miguel Pinto Guimarães (Presidente)

Arquiteto formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Seu trabalho é marcado pela integração com a natureza.

 

Carlos Rittl

Secretário Executivo do Observatório do Clima. Mestre e Doutor em Biologia Tropical e Recursos Naturais pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA). Administrador, formado pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo.

 

Flávia Oliveira

Jornalista, Colunista na editoria sociedade do jornal O Globo e Comentarista de economia do telejornal Estúdio I.

 

Mariana Roquette Pinto

É empresária e artista plástica. Foi coordenadora da Campanha de Desarmamento “Arma não! Ela ou eu” da ONG Viva Rio. Trabalha num projeto de preservação ambiental na Serra da Bocaina.

 

Leticia Rangel Tura

Socióloga. Diretora Executiva do Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional (FASE). Contribui para a construção de uma sociedade democrática através de uma alternativa de desenvolvimento sustentável.

 

III – Diretoria

A Diretoria é o órgão de gestão e administração da Uma Gota no Oceano, sendo composta por um Diretor Executivo, um Diretor Operacional e um Diretor de Projetos e Conteúdos. O Diretor Executivo é o representante legal da organização e acumula as funções Operacional e/ou de Projetos enquanto alguns desses cargos permanecer vago.

Membros da Diretoria

Maria Paula da Costa Fernandes – Diretora Executiva e Diretora de Projetos e Conteúdo

Fundadora do Movimento Gota D’Água e da ONG Uma Gota No Oceano. Jornalista e produtora especializada em comunicação de massa.

Stela Herschmann – Diretora Operacional e Relações Institucionais

Advogada de formação com especialização em direito e políticas ambientais pela Duke University, trabalhou com Mudanças Climáticas, estudos de impacto ambiental e grandes licenciamentos.  

 

IV – Conselho Consultivo

O Conselho Consultivo não possui caráter deliberativo e sua função é apoiar e assessorar o Conselho Gestor e a Diretoria. Ele é constituído por um número ilimitado de membros, que são nomeados pelo Conselho Gestor.

Conselheiros:

 

Adriana Ramos

Coordenadora do Programa de Política e Direito Socioambiental do Instituto Socioambiental.  Especialista em política ambiental pelo Instituto Internacional de Educação do Brasil – IEB.

 

Cleber Buzatto

Em defesa da causa indígena – Secretário Executivo na empresa Conselho Indigenista Missionário Cimi.

 

Cristiane Costa

Doutora em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Pesquisadora do pós-doutorado do Programa Avançado de Cultura Contemporânea (Paac).

 

Maria Paula Fidalgo

Atriz e psicóloga, colaborou com várias campanhas do Ministério da Saúde. Em 2006 liderou a campanha pelo aumento do período da licença maternidade e foi escolhida como Embaixadora da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano.

 

Márcia Hirota

Diretora Executiva e de Gestão do Conhecimento da Fundação SOS Mata Atlântica, é coordenadora do Atlas da Mata Atlântica, dos programas de florestas, mar e cidades e responsável pelo conteúdo. É voluntária e conselheira de outras organizações.

 

Marcos Palmeira

Ator de televisão, cinema e teatro, produtor e defensor de produtos orgânicos. Dono da fazenda Vale das Palmeiras, no Rio de Janeiro e é proprietário de uma loja de produtos naturais na zona sul da cidade carioca.

 

Marcos Prado

Fotógrafo (recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais entre eles o World Press Photo 92 e o Focus on Your World 92 do PNUMA). Produtor de cinema e diretor dos longas Estamira (2004) e Paraísos Artificias (2012).

 

Rachel Biderman

Diretora da World Resource Institute (WRI) Brasil, Doutora em Administração Pública e Governo na EAESP-FGV, mestre em Ciência Ambiental (USP), Estágio de Doutorado na JFK School of Government, Harvard (2009 e mestra em Direito Internacional.

 

Ricardo Baitelo

É coordenador da Campanha de Clima e Energia do Greenpeace Brasil. Engenheiro eletricista, Doutor em Planejamento Energético e Pesquisador da Seção de Estudos em Desenvolvimento Sustentável da Universidade de São Paulo.

 

Roberto Vámos

É coordenador-geral no Brasil do Climate Reality Project. É formado em Política Ambiental pela Stanford University e tem Mestrado em Gerenciamento Ambiental pela Yale Univesity. Desde 2010 atua também como Diretor de Conteúdo do Fórum Mundial de Meio Ambiente.

 

Sergio Bessermann

Ambientalista, professor de economia brasileira na PUC-Rio, comentarista de sustentabilidade na Globonews e da cidade na rádio CBN. Presidente da câmera técnica de desenvolvimento sustentável e de governança metropolitana da cidade e ele agora é presidente do Jardim Botânico.

 

Sergio Chermont

Advogado especializado em Direito Ambiental e surfista.

 

 

Apoiadores

Fundação Ford

Charles Stewart Mott Foundation

Fastenopfer

Climate and Land Use Alliance