Uma Gota no Oceano

Mexeu Com o Índio, Mexeu Com o Clima

Lançada no Dia do Índio, a campanha Mexeu Com o Índio, Mexeu Com o Clima, idealizada pela atriz Gloria Pires e suas filhas, Cleo Pires e Antônia Moraes, quer mostrar que os povos indígenas não estão sozinhos na luta pelos seus direitos, como a demarcação de suas terras, prevista na Constituição de 1988.

A ligação delas com a cultura indígena vem de longe: Gloria estreou no cinema, em 1982, como Put’Koi, papel-título de “Índia, a filha do Sol”. Já Cleo Pires foi a Estela Karuê da novela “Araguaia” (2010), enquanto Antônia lançou, no fim do ano passado, o clipe da música “A santa máquina”, caracterizada como índigena no Cerrado.

A campanha enfatiza que o modo de vida dos mais de 900 mil índios que vivem atualmente no Brasil preserva a floresta e o clima. Sem floresta, não tem chuva – e sem chuva não tem pasto, nem plantação. A ideia é que as pessoas publiquem fotos com a cara pintada nas redes sociais e desafiassem seus amigos a fazerem o mesmo.

Várias personalidades aderiram a campanha, como Marcos Palmeira, Wagner Santisteban, Jorge Pontual, Fernando Torquatto, Caio Blat, Marcelo Bonfá, Dudu Bertholini, Ney Matogrosso e Felipe Catto. Fora quem manifestou seu apoio usando a hashtag #MexeuComÍndioMexeuComClima, como Camila Pitanga, Djavan e Eriberto Leão. A campanha também repercutiu na coluna de Ancelmo Gois, no jornal “O Globo”, e na edição online da revista “Veja Rio”.

E na última semana do #ABRILindígena, aconteceu em Brasília o Acampamento Terra Livre (ATL). Mais de 3 mil indígenas estiveram reunidos na capital do país para lutar pelos seus direitos. A edição da ATL de 2017 foi a maior de sua história, com a presença de mais de três mil indígenas e delegações estrangeiras.

 
Participe

Faça parte dessa rede