Escolha uma Página

Barreira natural

13 de abril de 2016

A arma para cortar de vez as asinhas do Aedes aegypti pode vir da Amazônia.

Pesquisadores da Universidade Federal do Amapá estudam uma forma de produzir um larvicida a partir da flora local. A ideia é criar, a partir de extratos vegetais e óleos essenciais das plantas, substâncias que podem ser usadas para matar larvas de mosquito, ou como repelentes naturais.

Xô, dengue, zyka e chikungunya!

É por isso que a gente não se cansa de dizer: a biodiversidade da Amazônia é o nosso maior tesouro. Abrir mão dela é dar um tiro no próprio pé.

Via EBC na Rede

Foto: Divulgação/Inta

Saiba mais: https://migre.me/tumza