nosso
Olhar


O Cerrado também cura

Cerrado - savannah

O efeito colateral imediato da destruição do Cerrado é a extinção de milhares de plantas medicinais com potencial de cura de várias doenças.

De acordo com o estudo publicado na revista Nature Ecology and Evolution, até 2050 o Cerrado, que é o segundo maior bioma da América do Sul e onde estão 8 das 12 nascentes das bacias hidrográficas do Brasil, terá a maior extinção de plantas do mundo desde o ano de 1500.

Uma das formas de conter essa destruição provocada pelo avanço da agricultura na região, é a criação de unidades de conservação, que hoje só ocupam 8% do Cerrado, resguardando a vegetação e mais de 10 mil anos de cultura de nativos, negros e europeus.

Via: Ciclo Vivo

Saiba mais em: https://ciclovivo.com.br/noticia/desmatamento-no-cerrado-faz-desaparecer-plantas-usadas-ha-seculos-pela-medicina-popular/

Foto: Troteando campo a fora



Publicações

Quilombo é História

Zumbi dos Palmares, o senhor das demandas, também era conhecido como sweka, “homem invisível”, em idioma...

Patrimônio Mundial em risco

Vamos ficar olhando Machu Pichu sumir do mapa? Dos 241 sítios naturais considerados Patrimônio Mundial pela...

As duas caras do Brasil na COP23

Nesta quarta-feira (14/11), foi apresentado na 23ª Conferência do Clima da ONU, em Bonn, na Alemanha,...

Hora de reajustar o termostato

Vamos começar amenizando o clima: o levantamento anual da ONG internacional Global Carbon Project, divulgado na...

Sombras sobre o planeta

Sombras ameaçadoras pairam sobre o planeta. Há 25 anos, cientistas do mundo todo lançaram um alerta...

Rio Doce entra na Justiça

Como ninguém ainda pagou o pato por Mariana, o próprio Rio Doce vai tomar uma providência:...

Fechou o tempo na Índia

Fechou o tempo em Nova Delhi, na Índia. E as escolas e a entrada de caminhões....

Super-frutas da Mata Atlântica

Vai araçá-piranga, cereja-do-rio-grande (foto), grumixama, ubajaí e bacupari-mirim? Na Mata Atlântica ainda tem, mas pode acabar....

Mariana: dois anos como um dia

Parece que foi ontem. A tragédia de Mariana está fazendo dois anos, mas para as vítimas...

COP 23: no calor dos acontecimentos

A 23ª Conferência do Clima (COP 23), que ora se realiza em Bonn, na Alemanha, tinha...